13 de setembro de 2008

O futebol brasileiro não está só!

O presidente do Brasil afirmou em Duque de Caxias – Rio de Janeiro – que o futebol brasileiro não é mais o melhor do mundo (leia aqui).
De duas uma: ou o mandatário brasileiro, embalado por sua popularidade, quer ser de fato unanimidade nacional e está com “ciúme” da maior paixão do brasileiro ou vale tudo para “aparecer” na mídia - até mesmo ridicularizar o nosso maior cartão postal no exterior.
A preocupação do presidente do Brasil com relação ao nosso futebol - 4a posição no ranking da FIFA - não tem o menor sentido, já que setores realmente importantes da sociedade brasileira, como Educação, Saúde e Segurança estão muito mal posicionados no âmbito mundial e, até mesmo, na América Latina:
· Os testes realizados, em 57 países, pelo PISA (Programa Internacional de Avaliação de Alunos) colocaram o Brasil em 54o. Logo, a Educação brasileira também é um desastre.
· O Brasil é o 72º colocado no ranking anual sobre corrupção elaborado pela organização não-governamental Transparência Internacional.O país registrou nota 3,5 em uma classificação que vai de 10 (para países menos corruptos) até zero (países mais corruptos).
· O Brasil ocupa uma constrangedora 83ª posição no Índice de Paz Global (Global Peace Index - GPI). Trata-se do primeiro estudo que classifica 121 países de acordo com seu “grau de paz". Um dos fatores que mais pesou negativamente sobre o Brasil foi seu elevado grau de violência urbana.
· O Brasil continua despencando no ranking tecnológico mundial. Em uma classificação feita pelo Fórum Econômico Mundial, o país aparece apenas na posição 59o entre as economias que mais conseguem tirar proveito das novas tecnologias para incrementar sua produtividade.
· O Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef), colocou o Brasil em 86º lugar em mortalidade infantil, entre 190 países (sendo 190º o melhor colocado).
· No ranking do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) o Brasil é o 69º; o Chile, o 38º; Uruguai, o 43º, a Costa Rica, a 48ª e Cuba, a 50ª.
Já que não há vontade política para melhorar o “resto”, quem sabe as críticas presidenciais contribuam para, pelo menos, melhorar o ópio do povo.
Créditos para a imagem:
www.vozdaarquibancada.com.br

2 Comentários:

Osmar Brandão disse...

Depois do fiasco no Rio de Janeiro, com o estádio vazio e um futebol sem brilho, até que o presidente tinha razão...

Ainda bem que não fui.

by sumy disse...

É verdade Osmar.
Eu só espero que o presidente brasileiro,respaldado em sua enorme popularidde, possa também encarar de frente, as outras mazelas do nosso país.
Um abraço!
Obrigada pela visita.

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Selos

Os mais comentados

Widget UsuárioCompulsivo

Top Comentaristas

Widget UsuárioCompulsivo
Ocorreu um erro neste gadget

  ©PAPOeCIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo