21 de novembro de 2009

Roubo de domínio é crime!

A Internet é, sem dúvida, uma ferramenta poderosa. Através dela, podemos viajar pelo mundo dos livros, conhecer as últimas descobertas da Ciência, interagir nas diferentes redes sociais, fazer compras, participar de campanhas de solidariedade, (como ocorreu no ano passado, quando das enchentes de Santa Catarina), dentre outras coisas.
Esse "mundão" virtual é um espaço de comunicação ,sem precedentes na história da humanidade.
Mas, assim como no mundo real, no "virtual" há também aqueles que não conseguem respeitar o outro, agir com ética ou ter um mínimo
de respeito pelo trabalho alheio. São os autênticos "espíritos de porco", que preferem tentar derrubar os que alcançaram sucesso, para esconder o seu próprio fracasso.
Um exemplo disso é o que aconteceu, ontem, com a famosa blogueira Juliana Sardinha, que comanda com muita competência
o metablogger "Dicas Blogger": um "monstrinho" roubou o domínio que ela acabara de registrar e, não satisfeito ,deixou um recado sórdido e de extrema crueldade:


Um ser desse nível não pode conviver em sociedade, nem mesmo no anonimato do mundo virtual. Juliana já tomou as devidas providências: registrou o fato na Delegacia de Polícia.
Espero que o meliante seja punido, com todos os rigores da lei ,e que a punição sirva de exemplo, para aqueles que acham que
a rede mundial de computadores é uma terra sem lei.
Daqui, deste espaço, desejo que Juliana consiga resolver o problema da melhor forma possível, para que possa com tranquilidade
continuar comandando o seu blog e nos brindando com os seus excelentes artigos e maravilhosos templates.

Leia mais sobre o assunto, clicando no link abaixo:

A Blogosfera tem Lei e suas regras valem para todos


Continue lendo >>

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Selos

Os mais comentados

Widget UsuárioCompulsivo

Top Comentaristas

Widget UsuárioCompulsivo
Ocorreu um erro neste gadget

  ©PAPOeCIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo