31 de agosto de 2008

A "marcha branca" mexicana

Milhares de mexicanos foram às ruas neste sábado em cerca de 70 cidades do país para protestar contra a criminalidade, os seqüestros e a corrupção policial. (Foto:Alfredo Estrella/AFP)


Tenho a leve impressão de que a sociedade brasileira é a mais “anestesiada” do planeta Terra. A água que jorra de nossas torneiras deve conter alguma espécie de antídoto que inibe os indivíduos de enxergar, com clareza, que alguma coisa deve ser feita para estancar a violência crescente no nosso país.
Milhares de mortes ocorrem no Brasil, anualmente, com a conivência e cumplicidade das nossas autoridades e instituições e nenhuma delas vêm a público, para indicar que há uma luz no fim do túnel. E a sociedade civil, que deveria cobrar providências imediatas a quem de direito, apenas fica chocada com a barbárie que domina os noticiários da tv, jornais e revistas.
No México, no dia de ontem, milhares de manifestantes saíram às ruas para exigir das autoridades medidas mais eficientes para combater a violência, ligada principalmente ao tráfico de drogas e que já provocou a morte de 2.714 pessoas desde o início deste ano. Quantas mortes ocorreram no Brasil no mesmo período?
Segundo o levantamento da Ong
Rio de Paz, somente o Estado do Rio de Janeiro enterra, anualmente, 8 mil pessoas vítimas de homicídio. Segundo a Ong se for somado a essa estatística o número de pessoas assassinadas que constam na lista de desaparecidos - cerca de 4.633 no ano passado - essa cifra pode chegar a mais de dez mil homicídios.
A “marcha branca” mexicana é de fazer inveja a todos os brasileiros, não é mesmo?

Seja o primeiro a comentar!

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Selos

Os mais comentados

Widget UsuárioCompulsivo

Top Comentaristas

Widget UsuárioCompulsivo
Ocorreu um erro neste gadget

  ©PAPOeCIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo