5 de agosto de 2008

Começou mal !

A seleção olímpica de futebol poderá entrar em campo na sua estréia na Olimpíada de Pequim, na quinta-feira, com uma bandeira brasileira bordada, às pressas, na camisa de seus atletas, no lugar do distintivo da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), pois só é permitido, pelo regulamento olímpico, que as seleções usem em seus uniformes o símbolo do comitê olímpico do país, a bandeira nacional ou o nome do país escrito na camisa.
Essa improvisação não é somente mais uma demonstração da incompetência, desorganização e falta de planejamento para participar de um evento do porte de uma Olimpíada, mas um jogo de interesses entre os patrocinadores da CBF (Nike) e do COB (Olympikus). Portanto, a bandeira brasileira entrará na camisa dos nossos jogadores praticamente como terceira opção.
E não é para menos, que a maioria das pesquisas em torno da seleção olímpica de futebol revela que os brasileiros não acreditam na conquista da medalha de ouro no futebol masculino, como mostra a pesquisa que capturei no site do Jornal Nacional:
No entanto, Ronaldinho Gaúcho e Dunga estão confiantes. O primeiro porque pretende ressurgir no cenário mundial e o segundo porque vislumbra a possibilidade de se firmar na seleção principal.
"Tanto eu como o Ronaldinho, estamos tendo a segunda oportunidade de conquistar o título olímpico. Não podemos deixar escapar de jeito nenhum”, afirmou Dunga.
Parece que a motivação maior dos dois é única e exclusivamente a salvação de um projeto pessoal. O coletivo está em segundo plano.
É uma pena!

Seja o primeiro a comentar!

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Selos

Os mais comentados

Widget UsuárioCompulsivo

Top Comentaristas

Widget UsuárioCompulsivo
Ocorreu um erro neste gadget

  ©PAPOeCIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo