18 de maio de 2008

Angelina Jolie

Angelina Jolie é o máximo de desprendimento. Além de ser rica, belíssima, talentosa, engajada e poderosa, é extremamente generosa. Não é qualquer celebridade que se propõe a enfrentar ou conviver com as mazelas de países pobres, dar à luz a um filho num hospital como o da Namíbia - um país de terceiro mundo -, adotar crianças pobres de origens diversas ou ainda encarar uma gravidez de gêmeos, correndo o risco de danificar o seu lindo corpo. Tudo isso sem contar, que não deve ser nada fácil administrar uma união com um astro lindo e cobiçado, como é o caso de Brad Pitt. Só mesmo uma "mulher maravilha", como ela.
É claro que sabemos, que as polpudas doações de Jolie às causas nobres, lhe rendem descontos proporcionais no imposto de renda e que seus gestos humanitários contribuem, e muito, para promover ainda mais a sua imagem. Mas o que isso importa se ela, com suas atitudes, está servindo de exemplo a outros astros e estrelas e até mesmo ao cidadão comum?
No Brasil, um país também carente de gestos humanitários, são raros os casos de celebridades, que se propõem a colaborar com as causas sociais, embora muitos deles enriqueceram graças ao patrocínio de empresas estatais, financiadas pelo dinheiro público.
Talvez a diferença seja cultural. Nossos conterrâneos afortunados não estão habituados a dispor de parte de seus bens aos indivíduos menos favorecidos.
No final do ano, Angelina Jolie deverá oficializar a sua união com Brad Pitt. O
contrato pré-nupcial está orçado em 200 milhões de dólares, para evitar problemas futuros, caso venham a se separar. Um exemplo de indivíduos modernos e precavidos. Lindos de morrer!
Foto G1

Seja o primeiro a comentar!

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Selos

Os mais comentados

Widget UsuárioCompulsivo

Top Comentaristas

Widget UsuárioCompulsivo
Ocorreu um erro neste gadget

  ©PAPOeCIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo