12 de novembro de 2008

Síndrome de final de ano

Curtir os dias que antecedem às festas de final de ano ou as férias merecidas é coisa do passado. Atualmente é nesse período que surgem, com uma freqüência cada vez maior, os problemas de saúde relacionados ao stress. O período possui até um nome: síndrome de final de ano.
Com maior ou menor intensidade, o certo é que a tal síndrome atinge quase que a totalidade das categorias profissionais.
Metas ainda a atingir, relatórios anuais, elaboração de projetos para o próximo ano, análise do que deu certo ou errado no ano em questão, expectativas profissionais, familiares e pessoais para o próximo ano, são algumas das situações que podem desencadear a síndrome. Sem contar com as pendências familiares: filhos que não se deram bem na escola, a cobrança dos familiares que se sentem colocados de lado e a vida pessoal relegada a segundo plano. Além disso, há ainda o receio de que não seja possível “zerar o ano” a tempo.
No meu caso, os sintomas do stress aparecem já em meados de novembro. A sensação é a de que os dez primeiros meses do ano não foram suficientes para dar conta de todos os meus compromissos. E haja alergias, gripes, mau humor e insônia!
Ainda bem que essa “fase insuportável” é passageira e prontamente esquecida depois de alguns dias de descanso.
Outras informações sobre a síndrome de final de ano, clique no link abaixo:
Fuja dessa loucura

Seja o primeiro a comentar!

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Selos

Os mais comentados

Widget UsuárioCompulsivo

Top Comentaristas

Widget UsuárioCompulsivo
Ocorreu um erro neste gadget

  ©PAPOeCIA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo